Esse choro de youtuber precisa parar imediatamente!!

Não é nenhum segredo que o cenário brasileiro de youtubers para jogos é deprimente, próximo do vergonhoso! Mas o que acontece quando você combina um youtuber brasileiro com o anuncio do novo programa de criadores da Nintendo para o YouTube?

Para quem não está por dentro, a Nintendo lançou um programa para criadores de conteúdo no YouTube (uma forma gourmetizada de se falar youtuber) para que os jogadores ganhem uma parte da receita gerada por vídeos contendo os seus jogos, sendo que são 40% para a Nintendo e 60% para os jogadores. Para mais detalhes, clique aqui e para conhecer a lista de jogos permitidos, clique aqui. E pra ser bem honesto, eu acho essa divisão justa e não vai me espantar se outras companhias começarem a fazer o mesmo.

Porém todo o fundamento deste texto está nessa “pitangueira” aqui:

Se você assiste os vídeos de um desses dois, saiba que eu não gosto de você. E ponto final. O cenário de gamers brasileiros do YouTube é um lixo precisamente por darem audiência à imbecis como esses dois.

Vou-lhes ensinar uma ou duas coisinhas sobre direitos de uso: Quando você cria alguma coisa e quer ganhar dinheiro com ela, você precisa proteger a sua criação para evitar que os outros façam o mesmo usando algo chamado LEIS DE COPYRIGHT! Elas garantem que o que você criou seja seu e somente seu, se alguma outra pessoa tentar usar sua criação, ela terá que pagar alguma coisa pra você, e se ela não fizer isso, você poderá acusá-la de roubo. Aplicando essa explicação na prática, temos a Nintendo, criadora dos jogos que ela vende para ganhar dinheiro, e os youtubers, querendo usar os jogos da Nintendo para ganhar dinheiro através do Google AdSense. Entretanto, quando o YouTube detecta que o vídeo que o youtuber tenta fazer valer dinheiro possui conteúdo que já tem dono, toda a receita gerada é revertida para o seu devido dono, caso contrário, o dono pode acusar o youtuber de roubo e penalizar o seu canal com o chamado “Flag”. A Nintendo, em um ato de camaradagem, diga-se de passagem, tenta através do seu programa dar uma recompensa mínima (mínima uma ova, são 60% da receita) ao criador do vídeo enquanto o restante vai, devidamente, para a dona do jogo. O vídeo acima faz uma crítica extremamente superficial e só do ponto de vista dos dois como youtubers (porque afeta diretamente o bolso deles, não podia ser diferente) como se fosse errado que a Nintendo, vocês sabem, A DONA DOS JOGOS, lucre alguma coisa em cima, porque antigamente o problema era que eles revertiam toda a receita para eles, agora o problema é dividir isso em 60-40 sendo que eles ficam com A MENOR PARTE! Não chega nem a ser um caso de mal-agradecimento e sim de patifaria mesmo! Mais do que isso, um caso de senso distorcido de propriedade! Quando você compra um jogo, você só compra aquela cópia contida naquele disco (no caso de uma versão física, claro) para ser usada somente em hardware autorizado, a Nintendo como dona daquele jogo é a única autorizada a copiar e distribuí-lo e restringir o seu uso somente a hardware pertencente a ela ou autorizado por ela (e aproveito para perguntar, por que eu não vejo gente malhando a Apple por não permitir que smartphones e tablets de terceiros tenham usem iOS?), em nenhum momento ter aquele jogo te dá liberdade para divulgá-lo a esmo sem o consentimento da sua dona e muito menos ganhar dinheiro via YouTube com ele. Tanto que o programa de criadores da Nintendo é uma mera autorização para esse uso, à grosso modo, e o youtuber só vai ganhar o que eles, como donos do jogo, determinarem o que você merece ganhar. Soa abusivo, certo? Mas é assim que direitos de propriedade funcionam! Lidem com isso.

A grande verdade é que eu sempre abominei a idéia e o modismo adotado por um monte de fedelhos de usar o YouTube para ganhar dinheiro com gameplays, e mesmo para youtubers “famosos” eu sempre me pergunto, “será que esses caras trabalham?” “Será que eles fazem mais coisas que não seja gravar vídeos para o YouTube?” Eu simplesmente não consigo aceitar que a fonte de sustento dessas pessoas é unicamente gravar vídeos para o YouTube, até porque a receita gerada é de 1 dólar para cada 500 visualizações. De uma coisa vocês podem ter certeza, se eu fosse do perfil desses youtubers, certamente este blog não existiria! Os meus ganhos com este blog são unicamente as visualizações e os comentários que eu vejo por aqui e nos lugares onde eu distribuo minhas postagens, eu escrevo para as pessoas lerem, eu me considero melhor com textos do que com falas, eu escrevo reviews de jogos da Nintendo porque eu sou um fã da Nintendo e não cobro nada por isso, apenas 5 ou 6 minutos do seu tempo para ler os meus textos 😉 E pelo menos é assim que vai continuar a ser por um bom tempo.

Abraços.

Anúncios

Um pensamento sobre “Esse choro de youtuber precisa parar imediatamente!!

  1. Olha, eu sempre achei imbecil o simples conceito de gameplay ou vídeo-análise. Na boa, ler sobre é uma coisa. Já perder o tempo vendo um gameplay completo, horas e horas de vídeos, é muito mais fácil pegar o jogo e jogar de verdade. Ver gameplay comentado é um belo de um porre, o mesmo vale para as resenhas dos mesmos. Eu quero me concentrar na opinião, não numa ilustração genérica em vídeo na tela. O que importa é a análise, não o zé roela jogando enquanto fala.

    Só acho que você só poderia especificar mais e colocar que a Nintendo é dona dos direitos de distribuição do jogo, e não do “jogo”, em si. O jogo especificamente é meu porque eu comprei. E ao comprar, aí sim, eu estou aceitando um acordo para uso doméstico, apenas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s