Super FOG vs. Super Mario Bros. 2 (The Lost Levels)

Introdução:Ugh… ahem, Antes das Américas receberem o tão esperado Super Mario Bros. 2, a verdadeira sequência do fenômeno de 1985 já estava no Japão, lançado exclusivamente para Famicom Disk System. Os ocidentais só vieram a conhecer esse jogo através da coletânea Super Mario All-Stars lançada em 1993 para SNES, onde o jogo vinha com o subtítulo “The Lost Levels”, eu joguei muito essa versão no meu console na época, mas aí eu me aventurei a jogar o original por emuladores… e eu absolutamente ODIEI esse jogo!!

Ok, vamos com calma. Super Mario Bros. 2 é um jogo incrivelmente infame por sua dificuldade absurda, tanta que foi o motivo pelo qual a Nintendo of America cancelou a idéia de lançá-lo no ocidente, dando lugar à outro jogo que eu discutirei no review que vem. O jogo também não foi um grande sucesso quando lançado originalmente, e as razões para isso que vocês verão a seguir são até válidas o suficiente.

O jogo em si: Não é pelos cogumelos venenosos, nem pelos canos de Warp Zone que mandam para trás, nem pelo padrão alterado de certos inimigos e tampouco pela presença de vento em certas seções. O que faz esse jogo ser tão ruim no meu conceito é uma coisa só: O level design! Muita da dificuldade que eu passei nesse jogo foi por conta da forma como obstáculos e inimigos foram posicionados nas fases, momentos incontáves de tentativa e erro me causando um misto de raiva, sal, frustração e angustia, a busca desesperada por um power-up para facilitar, mesmo que sutilmente, o meu progresso, situações que passam desde dar pulos incrivelmente calculados em plataformas minúsculas à procurar feito um tonto por blocos invisíveis para passar partes onde o jogo decide fingir que acabou, chegando a momentos ainda mais hardcore onde você precisa usar o impulso de um Paratroopa para acionar um bloco contendo um pé de feijão e escapar de um loop infinito. E acredite, esse jogo fica cada vez pior começando já de cara nos estágios do mundo 1.

As diferenças: O jogo é bastante similar esteticamente ao primeiro, com alguns upgrades bem sutis, por exemplo, a textura do chão agora é mais semelhante à pedra do que o primeiro, as informações ao topo da tela agora possuem letras com sombras para tornar a leitura mais fácil, até a tela principal é bastante parecida, só que essa tem um Koopa Troopa pulando no começo… eu nem comecei o jogo e já tem um inimigo zanzando na tela? Bem, provavelmente a diferença mais relevante é que o modo para dois jogadores foi substituído por um Mario Game e um Luigi Game, é o primeiro jogo da série onde os dois irmãos possuem diferenças de gameplay, Mario se controla exatamente como antes enquanto Luigi pode pular mais alto e é bastante escorregadio no chão, se quiser tornar o jogo mais frustr… oops, desafiador, jogue com o Luigi.
O conjunto de inimigos é exatamente o mesmo do primeiro jogo, porém algumas variações foram introduzidas, como as Piranha Plants vermelhas que entram e saem mais rápido dos canos e os… urgh… malditos Hammer Bros. que NÃO PARAM DE SEGUIR VOCÊ!! Se um Hammer Bro. regular já incomodava pacas pacas no primeiro jogo, um que te segue mesmo que você desvie dele incomoda zilhões de vezes mais! Isso é simplesmente nefasto, não há justificativa para isso.

Difícil, Difícil, DIFÍCIL: Estou falando com uma linguagem estressada, mas eu quero passar tudo o que eu realmente senti com o jogo, assim como eu faço em todos os reviews que eu escrevo. Pra falar a verdade, antes mesmo de você começar o jogo, você deve fazer o truque das vidas infinitas, porque, confie em mim, VOCÊ VAI PRECISAR DE CADA UMA DELAS!! Imagine que o jogo esteja interligado ao primeiro e continue partindo direto da fase 8-4, as fases do mundo 1 conseguem ser difíceis como as fases do mundo 8 do primeiro jogo e só VAI FICANDO PIOR a partir daí, a quantidade de loucuras que esse jogo atira em você é insana!
Enfim, tamanha dificuldade assim tem uma explicação, o jogo foi desenvolvido tendo em mente os jogadores que dominaram completamente o primeiro jogo, não à toa, o relançamento dentro de Super Mario Bros. DX para Game Boy vem com o subtítulo “For Super Players”, mas Jesus Amado, como os desenvolvedores eram obcecados por armadilhas de level design. Nada nesse jogo foi memorável ou divertido para mim, não foi uma das minhas experiências mais felizes que tive com jogos e eu não recomendo o mesmo nem para o pior fanboy de Mario possível, apenas não.

Nada se salva? Se todo esse tempo eu só estive sendo negativo sobre o jogo, que tal falarmos dos mundos A, B, C e D? Um prolongamento extra do jogo que nos introduz fases psicodélicas e tão enfurecedoras quanto o resto do jogo, um bom divertimento extra para o caso de você ter gostado do jogo, mas saiba que para acessá-los você deve TERMINAR O JOGO OITO VEZES!! Não uma, nem duas, nem três, nem quatro, nem cinco, nem seis e nem sete, OITO VEZES!! Oito vezes. Se há pessoas dispostas à isso, essas pessoas são deuses e têm o meu eterno respeito.
Agora eu devo esclarecer uma coisa, por que eu não odiei a versão de Super Mario All-Stars? Dois bons motivos à parte de o jogo estar mais bonito, primeiro é que o jogo possui save, o que diminui substancialmente a frustração dos game overs e também a habilidade de dar Reset no console caso você caia em um cano de Warp que te mande para trás, o segundo é que para acessar os mundos ABCD eu só preciso terminar o jogo uma vez, apenas uma playthrough, é assim que deveria ser sempre (felizmente, a Nintendo percebeu isso).

Veredito: Super Mario Bros. 2 The Lost Levels é, com desonra e demérito, o pior jogo que eu já avaliei, o jogo é frustrante demais para eu considerá-lo bom, eu não jogo video games para passar por sentimentos ruins e eu não tenho nenhuma recordação boa desse jogo por mais que ele seja um Mario. Eu tenho certeza que você pode discordar do meu julgamento, mas se você gosta desse jogo, isso é tudo que importa. Boa sorte 🙂

score55

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s