Por que a Bayonetta é tão odiada em Smash Bros.?

O texto a seguir é sobre Smash Bros. competitivo, se isso não te interessa, ignore-o.

Eu não gosto muito de trazer intrigas da comunidade de Smash para o meu blog, mas esse é um assunto quente desde aquela transmissão memorável de dezembro.

A personagem Bayonetta, da série homônima de jogos de hack ‘n’ slash que eu já analisei aqui, está entre os personagens de Smash Bros. desde o seu lançamento na primeira semana de fevereiro, e desde então ela vem causando um rebuliço de proporções colossais na comunidade, especialmente na base competitiva.
Primeiramente, não é segredo pra ninguém que a Bayonetta é uma personagem bastante odiada (especialmente em terras tupiniquins, e eu posso provar isso), seja por causa da inclusão questionavel, pela personagem em si, ou pelo motivo mais popular, a apelação! Bayonetta é uma personagem extremamente forte, possuindo combos extremamente destrutivos e usos abusivos do Witch Time que estão enfurecendo os jogadores. Ou seja, motivos para desprezá-la não faltam. Inclusive, chegamos ao extremo de ver comunidades da Espanha e da Rússia querendo banir o boneco (chega a ser irônico ver países da Europa serem os primeiros a radicalizarem assim, o continente onde a Bayonetta foi a mais votada no Fighter Ballot que a fez entrar, falarei disso mais tarde), ainda nas queixas há o argumento de ela ser fácil, e eu digo que essa é uma coisa que eu questionarei bastante até eu chegar no nível do que os jogadores estão fazendo, eu jogo com a Bayonetta desde o primeiro dia e até hoje eu nunca consegui executar os tais combos zero to death, o motivo para isso é a existência de DI, que ajuda os oponentes a escaparem, e a necessidade do jogador com a Bayo prever isso e punir em tempo, até que eu consiga executar esses combos e comprovar que são de fato faceis, eu nunca vou aceitar esse argumento. Além desses, também tem o Witch Time, a mecânica assinatura dos jogos da série, o tipo de coisa que se o personagem não tiver irá deixá-lo deturpado, o que poucos não sabem é que o Witch Time em Smash já funciona radicalmente diferente dos jogos dela, além de estar como um movimento especial, ele afeta apenas um oponente e é ativado somente com ataques diretos, apesar de ainda estar apelativo devido às formas como é usado, é um movimento que sofreu muitas modificações para funcionar em Smash sem ficar excessivamente poderoso. Quanto aos combos, Bayonetta é uma personagem extremamente criativa nesse departamente, vide os jogos dela onde há dezenas de combinações a se testar , combinações que requerem timing específico, é um jogo que recompensa as melhores elaborações de combos e castiga o button mashing, às vezes eu chego a pensar que a Bayonetta como personagem de Smash foi pensada em recompensar os jogadores de maior nível tal como o Ryu e seus inputs únicos que são 40% do jogo dele.

Agora vamos a alguns fatos bem curiosos, a Bayonetta não domina o cenário competitivo mundial, e os motivos para isso são vários! O estilo de gameplay dela parece não ter agradado aos top players mundiais, mesmo o Nairo que também era fã da personagem não jogou muito com ela, o ZeRo já fez um vídeo, muito bom por sinal, deixando claro que vai se esforçar para aprender a MU e derrotá-la e ainda diz que o banimento é uma idéia ridícula. Ou seja, não há uma dominância sonora da Bayo nos campeonatos, pelo contrário, há cada vez MENOS pessoas escolhendo o boneco. Em contrapartida, vamos comparar com o Meta Knight do Brawl, um personagem que sofreu banimento mas por motivos bem diferentes, ele era uma figura onipresente no cenário! Cada vez mais e mais pessoas jogavam com ele e ele tinha um estilo de jogo muito bom, era legal jogar com Meta Knight naquele jogo, mesmo ele sendo um top tier isolado e com capacidade pra devastar o roster, jogar com ele era muito satisfatório, em razão disso, quase todos, ou todos mesmo, escolheram o cavaleiro mascarado da série Kirby e arrasaram o cenário competitivo de Brawl, seu banimento foi uma decisão tomada quase como por falta de escolha, visto que foi provado que sem ele por perto, algumas regras podiam ser alteradas, entretanto não é como se o banimento do Meta Knight fosse completamente benéfico, um novo top tier assumiu o posto e as pessoas começaram a escolher os personagens de cima, formando quase que um loop, tanto que um ano depois da decisão, o banimento caiu e o Meta Knight voltou a reinar em campeonatos, entretanto em um período em que Brawl já estava estagnado e as pessoas já estavam desistindo competitivamente do jogo. Bayonetta definitivamente não é o caso aqui, não está acontecendo nem um terço do que aconteceu com o Meta Knight, estamos há milhas disso, pra falar a verdade. Se a Bayonetta está afugentando players, isso foi uma escolha deles, a personagem não é a melhor do jogo e não está dominando o cenário. Ponto final.

Agora saímos do competitivo e entramos em outra questão, o mérito para entrar no jogo, porque eu acho que mesmo se a Bayonetta não fosse uma boa personagem, ela ainda seria bastante odiada, e por um simples motivo, ela foi a vencedora do Fighter Ballot! A Bayonetta está no jogo porque os jogadores votaram nela, com muitos outros nomes em mente e que também foram bastante votados, a bruxa foi escolhida por ser a mais votada mundialmente entre as opções negociáveis e realizáveis. Eu já expliquei bastante no passado o que essas duas coisas significam, não farei isso aqui de novo, em vez disso vou me focar no porquê de muitos ainda não aceitarem a Bayonetta como a vencedora do Ballot até hoje. Muitos dizem que ela não tem cacife para entrar em um jogo como Smash, que ela só foi votada por causa do exclusivo de Wii U dela ou que ela é um personagem random. Amigo, primeiramente, pondere sobre o fato de ela ter sido eleita em uma votação pública, vá buscar sobre quantas cópias de Bayonetta 2 foram vendidas e compare com as cópias de Smash 4 vendidas, tanto para 3DS quanto para Wii U, depois disso, descubra que Bayonetta 2 não é só um reles exclusivo para Wii U mas sim um dos jogos de ação mais aclamados da atualidade, combine isso com o relançamento do primeiro jogo, que fez a base de fãs da série aumentar consideravelmente, então a Bayonetta tem sim cacife para estar em um jogo como Smash, não acha o suficiente? Então que tal saber que a Bayonetta é a personagem símbolo da Platinum Games, uma third party que fez mais pelo Wii U do que todas as outras seconds da Nintendo, começaram por The Wonderful 101, passando pelos dois jogos dela e em breve teremos Star Fox Zero, que curiosamente é dirigido pelo mesmo diretor de Bayonetta 2, Yusuke Hashimoto. Na Famistu, o Sakurai revelou que foram validados 1 milhão e 800 mil votos do Ballot, é um número bem baixo considerando os mais de cinco milhões de cópias que Smash 4 venderam até hoje somando as duas plataformas. É fácil deduzir que só donos de Wii U com ambos Bayonetta e Smash votaram no Ballot, e você aí questionando por que não puseram personagens como Wolf, King K. Rool, indies aleatórios, e tais no lugar. Onde estava a fanbase desses personagens durante o tempo do Ballot? Ou essas realmente não eram tão grandes assim para justificar o desenvolvimento de um personagem? Eu votei no Wonder-Red, e nem por isso eu fiz parte de uma minoria barulhenta. Há quem diga que a Bayonetta foi uma escolha random, random pra mim é Sceptile, é Daisy, é Waluigi ou qualquer outro personagem restolho de Mario (do qual o Bowser Jr. faz parte e ele está no jogo, é o meu newcomer menos favorito, junto com o Roy), random são os trocentos personagens indies tipo Shantae ou o maldito Shovel Knight, embora eu tenha apreciado ver os criadores desses bonecos promovendo eles nas mídias sociais, essas sim são escolhas random de personagem, comparar essas coisas com Bayonetta é um insulto pra qualquer um como eu que é fã dos jogos dela.

Por fim, não é como se essa cadeia de acontecimentos me fizesse não respeitar um monte de gente, mas eu estou muito desanimado de Smash Bros. por conta desses acontecimentos, eu sou apenas um fã da Bayonetta feliz com a inclusão dela no meu jogo favorito da atualidade, ver o nome dela envolvido em negativismo e toxicidade é um sinal de que algo está muito errado com a comunidade, e se as coisas tenderem a piorar, minha única opção é a aposentadoria. Esse post é mais para manifestar a sensação de angustia e repressão que eu venho tido nas últimas semanas, e espero não tocar mais nesse tão delicado asssunto de novo por aqui. Obrigado por lerem.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s