Vamos falar sobre Metroid e a assunção de falsas sequências.

Um comportamento do fã da Nintendo que me irrita muito recentemente é a mania de assumir falsas sequências. Quando uma pessoa é tão fã de um jogo em específico de uma série qualquer, a pessoa começa a simplesmente assumir que a produtora é obrigada a fazer uma sequência direta daquele jogo, praticamente foi-se o tempo em que as pessoas passaram a gostar de uma série por causa de um jogo e desejam mais jogos da série, agora só é aceitável que aquele jogo em específico receba uma sequência porque a produtora é obrigada a fazer e ponto final.

Os exemplos que eu posso citar são: As pessoas não desejam mais um novo Mario 3D de aventura com coisas novas, elas obrigam um Super Mario Galaxy 3. As pessoas não desejam mais um novo Metroid que dê continuidade à história ou abra um arco novo, as pessoas obrigam Metroid Prime 4. Eu não estou escrevendo pra desmerecer nenhum jogo, até porque eu reconheço o que Galaxy e Prime fizeram para suas respectivas séries, o ponto que eu quero tocar é que as pessoas estão fechando suas mentes para idéias novas e querendo sempre o mais do mesmo, sabe, aquele argumento que os não-fãs da Nintendo adoram usar contra nós, e o que acentua ainda mais o meu ódio à esse comportamento.

Nesse momento, são os fãs de Metroid que mais estão manifestando esse comportamento. Estamos às vésperas de Metroid Prime: Federation Force para Nintendo 3DS, um jogo focado em soldados da Galactic Federation que pilotam mechas que emprestam a tecnologia da armadura de Samus Aran e exploram planetas atrás de Space Pirates. O jogo é focado em gameplay cooperativa onde quatro jogadores locais ou online exploram o mesmo campo e cumprem missões juntas. Este jogo, anunciado na longínqua E3 2015 despertou a fúria de muitos fãs da série basicamente por não ser nada do que estavam esperando, mas o que causou tanto ódio e raiva nessas pessoas? Concordo que a ausência da Samus é um movimento bastante questionável, mas à parte disso a argumentação principal era de que o jogo não era um Metroid de verdade, mas o que seria um Metroid de verdade?

A cada trailer que a Nintendo posta em seu canal do YouTube, o número de dislikes dispara para cada um deles. Mas olhando firmemente para eles e com a mente mais aberta e calma, eu cheguei à chocante conclusão: Esse jogo É METROID SIM! Mais exato ainda, esse jogo É METROID PRIME em sua mais pura essência! Está tudo aqui, ambientação, gráficos, música, inimigos, jogabilidade, gameplay focada em exploração. Os elementos mais básicos de um jogo que o caracterizam estão aqui, então não venham me dizer que isso não é Metroid porque é Metroid sim!

Talvez seja até compreensível que este jogo por ser um spin-off (apesar de estar dentro do arco Prime e certamente levar um história que faça parte do canon) esteja vindo em um mal momento, uma série cujo último lançamento foi em 2010 com o fatídico Metroid Other M, que causou danos à franquia que podem ser sentidos até hoje, estar sendo trazida de volta com um spin-off pode não ser a idéia mais inteligente  possível. Outro motivo que eu posso relevar é o fato de ser um jogo para Nintendo 3DS, uma plataforma que está confortável em termos de biblioteca de jogos, e não um jogo para Wii U, que está definhando nesse aspecto, talvez se esse jogo estivesse em um console de mesa com gráficos em alta definição ele seria melhor visto… ou não. Se lembram quando Metroid Prime foi mostrado pela primeira vez? As impressões não foram lá muito boas, ainda assim o jogo foi lançado e foi aclamado pelos fãs e pela critica, agora nós vemos boa parte desses fãs assumindo que a Nintendo é obrigada a fazer um Metroid Prime 4, sente a ironia.

Vale lembrar também que Mario Galaxy 2 também não foi visto com bons olhos no anuncio original, depois do segundo trailer as impressões melhoraram e hoje se demanda um Mario Galaxy 3. História essa que se repetiu com Super Mario 3D World e Star Fox Zero, o que isso pode significar para Metroid Prime: Federation Force em termos de qualidade?

Mas eis a grande verdade do porquê de a Nintendo estar lançando um Metroid assim: Metroid NÃO é uma franquia de peso para a Nintendo! É, Metroid nunca foi uma franquia com a mesma pompa de um Mario ou Pokémon, uma franquia que nunca apelou ao mainstream, além do fato de ela ser mais popular nas Américas do que no resto do mundo. Eu sei, estou sendo grosso nesse parágrafo mas é a verdade. E Federation Force mais do que um novo jogo pode ser o sopro de ar fresco que a série Metroid precise para voltar a receber novos jogos, o que nos traz à algumas questões éticas. Neste mês a franquia celebrou 30 anos do lançamento de Metroid para NES, o primeiro jogo da série, os mesmos fãs que esbravejam a cada novo trailer de Federation Force são os mesmos que reclamam da ignorância da Nintendo para uma data de tamanha importância, não me parece que a Nintendo está ignorando completamente o momento, um novo jogo oficial está vindo afinal de contas, a questão ética está em quem deseja o fracasso comercial desse novo jogo é a última pessoa no direito de reclamar por não celebrarem o trigésimo aniversário de Metroid, não é sobre fanatismo ou consideração pelo gosto alheio, é sobre bom senso! A Nintendo não vai dar ouvidos aos fãs que apertam o botão de dislike do YouTube e murrinham pelos 30 anos de Metroid, é possível demonstrar sua insatisfação com Federation Force com o reles, sutil e silencioso ato de não comprar, uma produtora só entendem que não gostaram do jogo quando ele falha em vendas.

Só quero encerrar o texto dizendo que eu não estou defendendo Federation Force por quaisquer meios (embora todo o texto tenha dado a entender isso), eu mesmo não sei se eu vou comprá-lo ainda, só quero que os fãs de Metroid abram os olhos e parem de meter os pés pelas mãos por causa desse jogo. E também para fãs de outros jogos da Nintendo passarem a desejar sequências em vez de assumí-las, eu muito preferiria um novo Metroid 2D do que um Prime 4 e um Mario baseado em Mario 64 do que um Galaxy 3, eu espero até hoje por um novo F-Zero mas eu não obrigo a Nintendo a nada porque eu sei do status da franquia. Não é errado ser fã, errado é ser fã e não pensar.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Vamos falar sobre Metroid e a assunção de falsas sequências.

  1. olha, mano, se fosse só eu e mais uns 3 eu aceitaria que o problema é comigo, mas são 2 mil que não gostaram contra 1 mil que gostaram, e esses 1 mil devem ser expectadores random que nem sabem do que se trata Metroid e dão like “no automático”, sem contar o vídeo de lançamento na E3 teve 10K likes contra 80K dislikes, ou seja, é muita gente. Não sou só eu, o Zezinho, o Huguinho e o Luizinho, a opinião reflete a comunidade gamer MUNDIAL, fechar os olhos pra isso como a Nintendo tá tentando fazer (sem sucesso) é BURRICE

    • O problema é que milhares não são milhões. O que dezenas de milhares de dislikes significam contra as CENTENAS de milhares de cópias que o jogo certamente venderá. A Nintendo é uma empresa, o que importa pra ela é vendas, não dislikes.

  2. Faz sentido o que escreveu, Fog, porém nenhuma empresa pode esquecer que quem paga por seus produtos é o consumidor, e por isso ele pode SIM exigir algo de seu agrado e boicotar algo que não acredita. Aí quem bate o martelo é a própria empresa que pode ou não acatar os pedidos. MPFF é um título arriscado, tem cara de autoral, e como fã de Metroid, darei uma chance. Se o game for bom, então tá tudo certo, mas se não for…
    Belo texto, amigo!!

    • Concordemos que a Nintendo é bem ignorante nesse assunto, mas é até esperado de uma companhia japonesa tradicionalista. Eu queria muito um Metroid 2D aos moldes do Super Metroid, meu favorito da série, ia cair como uma luva no 3DS.
      Eu também sou totalmente a favor de que as pessoas não comprem esse jogo para demonstrar para a Nintendo toda a insatisfação, não se obtém isso com dislikes no YouTube, apesar de ser um movimento que possa condenar a franquia é totalmente pertinente. Eu sei que o fã da Nintendo tem força vocal o suficiente para influenciar em decisões, vide Xenoblade Chronicles nas Américas.

  3. Cara, desde o começo o MPFF me pareceu meio flopado… Talvez seja um certo preconceito da minha parte por eu não gostar de joguinhos coperatvios, mas até aí o negócio é completamente subjetivo também. Bom, não duvido que o jogo surpreenda depois do lançamento, é inegável que a Nintendo tem muito esmero com seus jogos e normalmente sabe surpreender e quebrar expectativas muito bem… bom, vamo ver no que vai dar também, a última vez que fui otimista assim, achando que ia me surpeender foi com MN9…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s